Connect with us
               

Manaus, AM,

BRASIL

Gêmeos siameses recebem alta após cirurgia

Irmãos em hospital antes da cirurgia e pós-cirurgia, no colo dos pais.

Publicado

em

Uma duplinha fez a alegria do Hospital das Clínicas da UFMG na tarde de ontem (13). Os irmãos Bryan e Yago, que nasceram em novembro do ano passado, receberam alta depois de passarem por uma cirurgia de separação. Os gêmeos nasceram unidos pelo abdômen e tórax e foram operados em dezembro. Agora, a família passa bem e segue junta em casa.

Por conta da condição, os meninos dividiam o mesmo fígado. Eles saíram vitoriosos de uma cirurgia delicada, sendo que um deles teve uma infecção no intestino. Segundo o Hospital, a equipe que trabalhou na operação contava com médicos cirurgiões pediátricos, além de especialistas em cirurgia hepática e cardiovascular, médicos anestesiologistas, de neonatologia, medicina fetal e profissionais da enfermagem.

Cirurgia delicada

“O diagnóstico foi feito no pré-natal e a mãe começou a ser acompanhada desde então. Há vários tipos de gêmeos unidos e nós já sabíamos que, no caso deles, a união era pelo tórax e abdômen, compartilhando o mesmo fígado. A ideia era operá-los aos 3 meses de idade, porém uma das crianças apresentou uma infecção e obstrução no intestino, e foi necessário antecipar essa programação”, explica o cirurgião pediátrico do HC-UFMG, Bernardo Almeida Campos.

A mãe das crianças, Yorrana Aparecida de Carvalho, de 23 anos, disse que o momento é só de alegria. Ela descobriu que estava grávida em março, bem no início da pandemia. “Não tem sensação melhor do que a de ir embora com os dois nos braços e saudáveis. Eu agradeço a Deus por me permitir passar por tudo isso”, disse ela.

Mais Lidas