MANAUS – O Governo do Estado, por meio dos órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública, lançou na manhã de terça-feira (05), no Largo de São Sebastião, Centro de Manaus, a operação “Natal da Paz 2019”, que tem como finalidade prevenir ações criminosas, reforçando o policiamento em áreas comerciais e bancárias, que ficam ainda mais movimentadas com a chegada das festas de final de ano.

Aproximadamente 900 policiais militares, civis e agentes do Detran-AM atuarão nas ações. Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a operação que iniciou hoje e vai se estender até o dia 6 de janeiro de 2020.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, este ano a operação foi antecipada para garantir a segurança da população que fará as compras de final de ano nos centros comerciais. “Nós estamos com reforço da Polícia Militar, com mais de 700 homens nas áreas comerciais, e a Polícia Civil com aproximadamente cem homens, que farão um trabalho de infiltração no meio da população, para tentar localizar pessoas que estejam tentando furtar alguma coisa”, informou.

O comandante-geral da PMAM, coronel Ayrton Norte, enfatizou que nesta época do ano um dos principais fatores que desperta a preocupação da corporação é a exposição das pessoas à ação da criminalidade, por conta do aumento da movimentação na economia e o aquecimento dos comércios. “Nós estamos lançando a operação muito antecipadamente esse ano, com uma capacidade maior. São 700 homens só da Polícia Militar, em três turnos, para atender a todas as áreas de Manaus, áreas que têm o comércio”, afirmou.


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) estará com a Delegacia Móvel na avenida Eduardo Ribeiro, bairro Centro, zona sul, com atendimento todos os dias, inclusive sábados e domingos, das 8h às 17h. O plantão na unidade móvel irá contar com um delegado, um escrivão e dois investigadores.

“A delegacia móvel vai ficar posicionada na Praça do Relógio, para dar apoio à delegacia do turismo em relação aos navios dos turistas que estão chegando. Todos os dias vai ter o reforço das especializadas, em torno da cidade, sincronizado com a PM, Bombeiros, Detran, fazendo um planejamento no Centro, como também em outros bairros como da Cidade Nova, Grande Circular, naquela área comercial”, enfatizou o delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos.

Polícia Militar – No âmbito da PM, a “Operação Natal da Paz” será coordenada pelo subcomandante geral da PM, coronel Silvio Mouzinho, e mobilizará tropas operacionais como Comandos de Policiamento Metropolitano (CPM), de Policiamento do Interior (CPI), de Policiamento Especializado (CPE) e de Policiamento Ambiental (CPAmb), além do reforço na capital, que contará com um efetivo das Unidades Administrativas (UAdm).

Polícia Civil – Na Delegacia Móvel serão realizados registros de Boletins de Ocorrência (BOs) e Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) para crimes de menor potencial ofensivo, como lesão corporal simples, desacato, ameaça e injúria, por exemplo, que não têm relação com prisão em flagrante delito.

Além disso, policiais civis lotados no Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) e 1ª Seccional Sul, irão atuar realizando ações policiais no Centro.

Detran-AM – O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas vai reforçar as ações educativas e de fiscalização em toda a cidade e na Região Metropolitana de Manaus, dando maior atenção às motocicletas, com foco também em veículos roubados e clonados, contribuindo com o sistema de segurança pública.

O objetivo é promover a ordem e o bem-estar social no trânsito, além de eventuais autuações quanto ao cometimento de infrações penais, reduzindo o número de vítimas fatais e lesionadas no trânsito. As ações de fiscalização serão realizadas por meio Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) da instituição, Batalhão de Trânsito da PM (BPTran) e Polícia Civil. As atividades educativas ocorrerão por meio da Gerência de Educação para o Trânsito.

Comentários

Comentários