Manaus|AM – Tábita da Silva Castelo Branco, de 23 anos, procurou a redação do Portal Amazonas News, na tarde de quinta-feira, 08/03, informando que estava sendo vítima de uma falsa acusação de furto, em um apartamento onde a mesma foi inquilina, localizado no bairro da Compensa, na zona oeste da capital.

O proprietário do imóvel, Marden Castro de Souza, 51, teria feito uma denúncia de que Tábita teria saído de seu imóvel e levado toda a mobília, no Programa Alô Amazonas, na TV A Crítica, que é afiliada da Record TV, a notícia foi veiculada no início da semana.

O vídeo causou grande estrago na vida de Tábita, que é mãe de uma menina de 3 anos, cursa o ensino superior e é cantora de uma banda de forró. Passando as férias em Fortaleza com familiares, ela diz que tomou um susto muito grande ao ser exposta na mídia acusada injustamente de ser estelionatária.

Foto: Reprodução/Facebook

De acordo com informações da vítima, Marden aproveitou que era proprietário do imóvel e tinha uma cópia da chave, invadiu o apartamento que ela morava, e armado com um canivete, tentou violenta-la. Porém a vítima reagiu e acabou sendo ferida.

No dia 12 de setembro de 2017, por volta das 23h42, Tábita estava dormindo, quando acordou e viu o dono do imóvel nu e em cima dela. Ela relatou ainda ter sido imobilizada pelos braços de maneira brusca, o que lhe causou uma lesão na sua mão, ele estava com um canivete, e dizia “você tem que ficar comigo, você vai ficar comigo sim” tentou beija-la a força. A vítima reagiu e teve uma luta corporal, quando começou a gritar e uma vizinha a salvou da tentativa de estupro. Ela conseguiu acionar a polícia, mas o suspeito tinha fugido.

Abaixo o boletim de ocorrência e o exame de corpo de delito.

Em outros BOs, foi verificado que Marden tem um histórico de violência, que vai de agressão a uma menor de 08 anos, que foi sua enteada, a violência psicológica contra uma idosa. Ele possui também boletins de “vias de fatos” – quando há uma agressão física que não causa lesão corporal.

Em um registro de lesão corporal, Marden disse que foi agredido com golpes de terçado, o autor desmentiu a versão dele, dizendo que Marden tinha entrado numa briga com ele, e havia caído e se machucado na cantoneira de uma porta de enrolar.

Comentários

Comentários