Foto: Reprodução

Neymar se manifestou na madrugada deste domingo, 02/06, sobre a acusação de estupro feita por uma mulher pouco após voltar de viagem a Paris, onde encontrou o jogador do PSG.

Ele gravou um vídeo e expôs parte de uma conversa que teve com a mulher que o acusa por meio da rede social Instagram. O vídeo teve mais de 22 milhões de visualizações.

O artigo 218-C do Código Penal detalha sobre isso. “Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”. A pena prevista é de um a cinco anos de cadeia.

Na última sexta-feira, 31/05, um boletim de ocorrência foi registrado em São Paulo acusando Neymar de estupro. A mulher que fez a denúncia alegou no Boletim de Ocorrência (B.O) que o crime teria acontecido na cidade de Paris, na França, no dia 15 de maio deste ano. O pai do atleta negou a acusação, assim como o próprio jogador.

Comentários

Comentários