Manaus – O governador do Amazonas, Wilson Lima, parabenizou Manaus pelos 350 anos, comemorados nesta quinta-feira (24/10), e destacou os investimentos, da ordem de R$ 500 milhões, que estão sendo feitos em obras que vão facilitar a mobilidade urbana na capital, além de intervenções nas áreas de saneamento e urbanização e melhorias na estrutura de prédios públicos.

“Manaus merece toda a nossa atenção e nós temos trabalhado bastante para avançarmos em várias áreas na capital. Retomamos obras importantíssimas que, quando concluídas, vão impactar positivamente na vida de quem vive na cidade e na região metropolitana. Também estamos trabalhando para melhorar a saúde, uma prioridade absoluta, e também a segurança”, afirmou o governador.

Dos cerca de R$ 500 milhões em investimentos, segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus, destacam-se as obras dos Anéis Viários Sul e Leste, que vão melhorar o trânsito de veículos leves e pesados e encurtar a distância entre o Distrito Industrial e o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

O Anel Viário Sul, com investimentos da ordem de R$ 88,3 milhões deverá alcançar 50% de execução até o final de 2019. A obra do anel, que interliga a avenida Santos Dumont, na zona sul da capital, ao complexo José Henriques, no entroncamento com a avenida Torquato Tapajós, zona norte, ganhou novo ritmo neste ano, com a realização de serviços de drenagem, terraplanagem e pavimentação.

A Anel Viário Leste, cuja obra tinha menos de 1% de execução quando a atual gestão assumiu o Governo, em janeiro de 2019, agora avança com a construção de oito galerias e passagens de fauna. Duas das quatro pontes projetadas para o trecho já estão prontas. Serão 17,6 quilômetros interligando a avenida Margarita, bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus, com a alameda Cosme Ferreira, nas proximidades da Escola Agrícola, no Distrito Industrial II, zona leste da capital.

As obras do Anel Leste estão orçadas em R$ 197 milhões, sendo R$ 161 milhões oriundos do Governo Federal e R$ 36 milhões de contrapartida do Programa de Apoio às Despesas da Capital (Prodecap Amazonas). Do total, cerca de R$ 39 milhões são necessários para realização das desapropriações da obra.

“Quando estiverem prontos, os Anéis Viários Sul e Leste vão reduzir tempo e custo do transporte de mercadorias e de insumos das  indústrias do Polo Industrial de Manaus. Isso significa que vamos retirar das principais avenidas e ruas da capital o fluxo de veículos pesados, como carretas e caminhões, e melhorar o trânsito da cidade como um todo”, detalhou o governador.

Comentários

Comentários