Manaus – O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), resolveu discursar durante a posse do novo diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Manoel Paiva, na tarde da última quinta-feira (01).

Ao ser questionado por jornalistas sobre a mobilidade urbana da capital o tucano admitiu que fez uma péssima gestão do transporte público e que isso se agravou nos últimos seis anos.

“É uma ducha de água fria em mim. O sistema não presta e não é bom. Além disso não tem mais tempo pra ter outro sistema de transporte e busca uma solução, mesmo que tardia ou paliativa, para o transporte público,” disse Arthur Neto.

Veja o vídeo:

Empresários só lucraram em Manaus

No final do ano passado, a Prefeitura de Manaus abriu mão de receber de volta aos cofres públicos do Município os R$ 9 milhões que foram repassados em caráter emergencial ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), para o pagamento dos funcionários das empresas do transporte coletivo da capital. A informação é da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom).

No dia em que anunciou o repasse, o prefeito Artur Neto (PSDB) afirmou que o valor transferido ao Sinetram deveria ser restituído aos cofres públicos. “Adiantamento não é doação. É até incomum de se fazer isso, mas estamos fazendo porque entendemos que a cidade deve funcionar”, enfatizou na ocasião.

Ônibus sucateados

Cansados de sofrer com veículos velhos e sucateados, maioria dos usuários migraram para outros serviços.

🔥🚒Um incêndio em um ônibus da empresa Açaí, na manhã desta quarta-feira (7), na estação da linha #323, localizada, no bairro União da Vitória, no Tarumã Açu, em Manaus. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local. Ainda não há informações do que causou o incêndio.

Posted by Trânsito Manaus on Wednesday, August 7, 2019

As informações são do Expresso AM

Comentários

Comentários