Manaus – Iniciada na última quarta-feira (16/1) e finalizada na manhã desta sexta-feira (17/01) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), no bairro da Compensa, zona oeste de Manaus, a Operação “Laborum Meta” terminou com um saldo de 17 presos, um menor apreendido, 12 armas capturadas, além de objetos suspeitos de roubo, 5 kg de drogas e cerca de 600 trouxinhas de entorpecentes que seriam distribuídas em bocas de fumo.

A ação policial, que envolveu mais de 400 servidores da segurança pública, tomou as ruas do bairro da Compensa desde as primeiras horas da manhã. Policiais Civis e Policiais Militares cumpriram 16 mandados de prisão, busca e apreensão. Os helicópteros do Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA) fizeram o monitoramento em tempo real do trabalho. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) montou barreiras para fiscalização em diversos pontos do bairro.

Segundo o secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, que coordenou a operação, o trabalho integrado das forças de segurança será intensificado em todo o estado. Ao lado do comandante geral da PM, coronel Ayrton Norte, do delegado geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, e do diretor do Detran-AM, Rodrigo de Sá, o titular da SSP acompanhou o cumprimento de mandados em diversas ruas no bairro e afirmou que o objetivo da ação é sufocar o tráfico de drogas e retomar a segurança e tranquilidade da população.

Ao todo, foram presos 12 infratores em cumprimento a mandados expedidos pela Justiça do Amazonas. Outras quatro pessoas foram presas em flagrante. Um adolescente de 15 anos foi apreendido por ato infracional análogo à receptação. Dos presos, 13 são homens e três mulheres. Entre os presos, três foram pelo crime de homicídio.

Durante a operação, outras três pessoas foram detidas, prestaram depoimento no Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil, e foram indiciadas.

Os policiais também apreenderam 12 armas de fogo e um simulacro, quatro motores de popa e quatro rabetas, um bote de metal possivelmente roubados, além de cerca de 600 trouxinhas de entorpecentes, balanças de precisão, dinheiro e outros apetrechos usados na confecção de drogas para distribuição.

Comentários

Comentários