Foto: Bruno Zanardo/Secom

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) anunciou, nesta segunda-feira (6/11), durante encontro com representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM) e da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), o início da operação “Natal Seguro”, que reforçará o policiamento ostensivo nas principais áreas comerciais e proximidades de shopping centers da capital. No Centro, a SSP-AM implantará, ainda nesta semana, uma Delegacia Móvel para otimizar o atendimento à população. A operação segue até o dia 10 de janeiro.

A operação foi apresentada pelo vice-governador e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva. O trabalho integrado envolve as polícias Civil e Militar. Em toda a Manaus, o policiamento será intensificado nas áreas comerciais, bancárias e de maior concentração do registro de roubos e furtos. A estrutura contará com patrulhamento a pé, motorizado e ciclopatrulhamento. No centro da cidade, haverá reforço no efetivo, com duplas Cosme e Damião, bicicletas, motocicletas, além de drones que ajudarão no monitoramento de áreas do Centro.

Tranquilidade – No sábado (4/11), a SSP-AM começou a intensificar o policiamento no Centro, ocasião em que prendeu um homem pela venda de remédios irregular. Saraiva ressaltou que a ação integrada vai garantir tranquilidade à população nesse período de compras. “Essa reunião de hoje servirá, também, para coletarmos sugestões dos lojistas e informar o planejamento estratégico que a SSP-AM executará ao longo de todo esse fim de ano”, disse.

Para o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Ralph Assayag, o reforço policial proporciona segurança para clientes, empresários e funcionários e deve potencializar o consumo e, consequentemente, a abertura de postos de trabalho. A expectativa do setor é que dois mil empregos temporários sejam criados na capital nos dois últimos meses de 2017.

Comentários

Comentários