Foto reprodução

Manaus – Professores, servidores e alunos da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) se reuniram na manhã desta sexta-feira, 10, no hall do Instituto de Ciências Humanas e Letras (IFCHS) da instituição, onde decidiram aderir à greve nacional da universidades federais, programada para a próxima quarta-feira, 15.

Uma paralisação em frente ao campus universitário está programada para às 7h da manhã. A Assembleia Comunitária foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam), Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua) e o Comitê dos estudantes. 

A manifestação ocorre em decorrência do corte de verbas da Ufam no valor de R$38 milhões anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) no segundo semestre deste ano. A instituição divulgou uma nota na quinta-feira, 9, afirmando que a administração superior já iniciou o diálogo com o MEC.

A imagem pode conter: texto

Comentários

Comentários