Manaus – O vereador Sassá da Construção Civil (PT) afirmou, durante seu discurso na Câmara Municipal de Manaus (CMM) ontem (10/6), que o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, usou o “poder e influência” na operação Lava Jato para prejudicar a população brasileira. O site ‘Intercept’ divulgou no domingo (9/6) mensagens atribuídas a procuradores da Lava Jato em Curitiba e a Sérgio Moro, na época juiz, extraídas do aplicativo Telegram.

“Quem tem telhado de vidro não pode jogar pedras nos outros. O povo precisa de pessoas que defendam o Brasil e não interesses próprios. Estou triste pela população que acreditou nele. Ele usou o poder de má fé contra a população brasileira”, criticou.

Segundo o site Intercept, os procuradores trocaram mensagens, entre eles Deltan Dallagnol, com Moro sobre o andamento das investigações.

Na avaliação do parlamentar, o magistrados e os procuradores forjaram uma ação política por agentes públicos em favor de um projeto de atraso para o País.

“Não estamos defendendo partido A ou B. Desde o início alertamos a população sobre esse golpe. Sergio moro é a laranja podre no meio dos juízes. É um câncer que precisa ser combatido. Esse juiz enganou o povo brasileiro para benefício próprio e esqueceu da lei do retorno”. observou.

Comentários

Comentários