Um scanner corporal vai começar a funcionar no sábado (16) nas unidades prisionais de Manaus e na Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI). O equipamento vai permitir que os agentes penitenciários façam revistas menos invasivas nos visitantes.

O aparelho, chamado de Body Scan, chegou este ano em Manaus e foram feitos alguns ajustes necessários na máquina e funcionários foram treinado para operar o scanner. 

Os equipamentos são oriundos dos recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e são semelhantes aos utilizados em aeroportos. De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel da Polícia Militar, Cleitman Coelho, está será a primeira vez que o Sistema Prisional do Amazonas vai utilizar o equipamento de ponta para as revistas durante os dias de visitas.

“A vantagem desse equipamento é a eficácia em uma revista geral. Além disso, a rapidez com que é feito essa revista e o contato entre a visita e o nosso funcionário vai ser descartado”, explica o diretor.

O secretário Cleitman Coelho complementa que a utilização desse equipamento vem para concretizar a política do Governo Federal e do Governo do Amazonas para transformar as unidades prisionais em lugares seguros e controlados pelo Estado. “Com esse equipamento iremos eliminar mais uma possibilidade de que as pessoas tragam materiais como entorpecentes, aparelhos celulares e armas de fogo para dentro das unidades prisionais.

Hoje é uma realidade para o Governo do Estado a utilização da tecnologia do scanner corporal. Esse era um sonho nosso que agora se concretiza”, disse o coronel Cleitman.

Comentários

Comentários