Manaus – O Sebrae no Amazonas realiza, no dia 03 de outubro deste ano, um grande movimento de atendimento aos empreendedores formais e informais em todas as zonas da capital e mais seis cidades do interior do Estado. Nessa data, centenas de técnicos do Sebrae estarão percorrendo ruas e localidades, com o objetivo de ouvir os empresários e conhecer suas principais necessidades e dificuldades para, em momento posterior, propor soluções e alternativas capazes de fortalecer e aumentar a competitividade desses negócios de pequeno porte.  

A iniciativa, em formato de mutirão de atendimento, vai ocorrer simultaneamente em todo o Brasil, pois se trata de uma ação do Sistema Sebrae em alusão ao Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, celebrado sempre no dia 05 de outubro e homenagem à criação do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei número 9.841, de 5 de outubro de 1999).

“Com esse movimento, queremos saber, ouvindo diretamente o empresário, como o Sebrae pode ajudá-los, pois sabemos que micro e pequenas empresas enfrentam desafios diariamente e muitas vezes o empresários não tem tempo para ir ao Sebrae. Portanto, decidimos ir até eles”, ressalta a diretora-superintendente do Sebrae/AM, Lamisse Cavalcanti.

A expectativa, de acordo com os coordenadores da atividade em Manaus, é que pelo menos 2 mil empreendedores sejam atingidos com ação no dia do evento.

Na prática, cada técnico do Sebrae irá fazer basicamente duas perguntas ao empresário ou empresária. Em primeiro lugar, o Sebrae questionará quanto ao principal desafio do empreendimento. Em segundo lugar, o entrevistado será questionado sobre como o Sebrae poderia ajudá-lo a superar esse desafio.

“Tratam-se de apenas duas perguntas, para não tomar muito o tempo do empresário ou empresária e, com a coleta desses dados, vamos elaborar várias atividades e propor soluções que serão entregues posteriormente a esses mesmos empresários”, esclarece a gerente de atendimento de relacionamento do Sebrae/AM, Helena Garcia. Ela reforça que a participação dos empresários é totalmente livre e espontânea, não ocorrendo nenhum tipo de custo para o participante.  Helena Garcia revela que, ainda durante as visitas, o Sebrae vai oferecer uma cortesia que consiste em disponibilizar para os empresários duas horas de consultoria gratuita. 

Comentários

Comentários