Connect with us
               

Manaus, AM,

EDUCAÇÃO

Seduc de Goiás visita Centro de Mídias do Amazonas para replicar modelo amazonense

Publicado

em

A tecnologia e criatividade amazonenses aplicadas na educação chamaram a atenção dos gestores públicos de Goiás. O Centro de Mídias do Amazonas (Cemeam), recurso pedagógico da Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (Seduc-AM), é inspiração para implementação do ensino mediado tecnológico nas escolas de comunidades kalungas do interior goiano.

Para conhecer de perto o projeto da Seduc-AM, uma equipe de técnicos e gestores da Secretaria de Estado de Educação de Goiás (Seduc-GO) e da Agência Brasil de Comunicações (ABC), parceira da instituição, viajou para Manaus e municípios do interior durante essa sexta-feira (5), acompanhados da equipe técnica do Cemeam.

“É uma alegria muito grande podermos compartilhar a metodologia de sucesso que implementamos no nosso estado. Nossos alunos utilizam um recurso de ponta e todo o conhecimento que temos no desenvolvimento desse projeto é para dividir”, afirmou o diretor do Centro de Mídias, Junior Mar.

Superação de expectativas – Durante a visita, a equipe conheceu todas as etapas do ensino por mediação tecnológica da Seduc-AM: da produção do conteúdo e exibição nos estúdios à transmissão nas salas de aula do interior. Para a superintendente de Ensino Médio da Seduc-GO, professora Osvany Gondim, a visita superou as expectativas tanto técnicas quanto metodológicas.

“Ficamos deslumbrados com a tecnologia usada para alcançar localidades tão difíceis. Nós não temos uma estrutura como essa, então foi interessantíssimo conhecer na prática como é produzido o conteúdo e todo o trabalho técnico para chegar até os alunos”, afirmou a superintendente.

Visitas no interior – A equipe de Goiás e de técnicos do Cemeam acompanhou aulas nos municípios de Careiro da Várzea e Iranduba. Diferente do ensino à distância (EAD), as aulas mediadas por tecnologia contam com um professor ministrando no estúdio, em Manaus, e um professor auxiliar em sala de aula, fazendo a mediação do conteúdo. Segundo Elizete Araújo, diretora da Agência Brasil Central, parceira da Seduc-GO na transmissão de conteúdos, a metodologia desenvolvida é o principal diferencial das aulas.

“O modelo de educação mediada vai de encontro com a digitalização presente no cotidiano dos alunos, e, diferente do EAD, é pautada pela interação. Isso oferece uma experiência mais dinâmica, aproximando os alunos de um jeito de aprender mais criativo”, ressaltou a diretora.

Proposta de parcerias – Além de levarem a proposta do modelo amazonense para Goiás, a visita rendeu novas ideias de parceria: os engenheiros da ABC estudam a possibilidade de transmissões de dados via satélite do estado com o Amazonas, abrindo o leque para a realização de webconferências para troca de experiências entre professores do Amazonas e de Goiás.

“A ideia é levar muito do que voces já fazem aqui como modelo para nós, além de desenvolvermos parcerias dentro dos estúdios. Cruzando nossos sinais, temos inúmeras possibilidades”, concluiu o engenheiro técnico Alexandre Momotuk, da ABC TV.

Mais Lidas