Manaus – Marcley Moraes de Souza, 20, é o único envolvido na morte do sargento da Polícia Militar (PM) Luiz Carlos da Silva Costa, 56, que ainda está foragido. Na manhã desta segunda-feira, 24/6, Charles Sanches Morais, 27, se entregou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). As informações são do Portal Toda Hora. 

Conforme informações do delegado da DEHS, Paulo Martins, o fugitivo se apresentou espontaneamente, na presença de um advogado. Na madrugada de domingo, o outro suspeito Joelson Ferreira Soares, 23, também se entregou na Delegacia de Homicídios a pedido de familiares. Já o irmão de Joelson, Josué, já estava preso, após ter prisão em flagrante ter sido convertida em preventiva.  

Agora, a polícia segue nas buscas de Marcley. Ele, Joelson e Charles haviam sido soltos, na última sexta-feira, 21/6, durante audiência de custódia, assinada pela juíza Ana Paula de Medeiros Braga. No sábado, a juíza do Plantão Criminal Luciana Nasser, decretou novamente a prisão do trio.

Marcley, segundo consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) já respondia a um processo, desde 2017, pelo crime de roubo.  Quem tiver informações que possam ajudar a localizar e prender o homem pode denunciar ao DISK-181, da Secretaria de Segurança Pública. O nome será mantido em sigilo.

Morte

O sargento Luiz Carlos foi morto com dez tiros, no último dia 19, após o quarteto tê-lo rendido na porta de uma loja de eletroeletrônicos, na zona Leste de Manaus. Após o crime, o grupo conseguiu fugir levando apenas a pistola do policial, que já estava na reserva.

Comentários

Comentários