Foto: Núbia Lima/Arquivo Pessoal

Moradores do município de Iranduba e Manacapuru, distantes 36 e 99 Km de Manaus, respectivamente, fecharam parte da Rodovia Manoel Urbano, que liga a capital amazonense às duas cidades. A ação é uma manifestação por conta da falta de energia no local desde sexta-feira (19), após o rompimento de um cabo subaquático de 69 kV.

Os moradores fecharam a via e atearam fogo em pneus, madeira e outros objetos. O trânsito na região ficou congestionado. Veículos foram impedidos de passar na via. A Polícia Militar foi acionada para o local.

Segundo a concessionária Amazonas Energia, os cabos romperam às 13h51 de sexta-feira (19). Ainda não há previsão para o restabelecimento da energia. Um dos cabos foi encontrado em curto-circuito.

A concessionária informou ainda que não sabe se o cabo foi rompido por desgaste natural ou ação de terceiros (tentativa de furto), e apura o caso enquanto trabalha para restabelecer os serviços.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar o incêndio em via pública. O Batalhão de Choque da Polícia Militar foi até o local para controlar a manifestação e liberar a estrada.

Com a manifestação deste domingo (21), a Amazonas Energia informou que às 5h desta segunda-feira (22), oito mergulhadores irão mergulhar no Rio Negro, para verificar o dano no cabo subaquático, para que a Distribuidora possa definir as estratégias junto à empresa contratada Elektra, para recuperação do cabo. O material referente ao cabo, é adquirido fora do país, e a Distribuidora adotará todas as medidas cabíveis.

Fonte: G1 Amazonas

Comentários

Comentários