Os consumidores de carne bovina no Brasil, em especial do Pará, vivem um momento delicado em virtude de que, nos últimos meses, o déficit da proteína na China, ocasionado pela Gripe Suína, causou um aumento e abertura das exportações em nível mundial, diminuindo o que fica no país. A informação é ratificada pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS).

Em Belém, um supermercado alertou os clientes na última quarta-feira (27) dizendo que a carne “estava em falta” nos estabelecimentos da rede. Segundo a empresa, os frigoríficos alegam que a exportação do boi em pé e da carne “in natura” para outros países fez o preço do produto subir diariamente.

A nota segue dizendo que os preços vão permanecer altos e que não há precisão para a normalizar a situação a curto prazo. O supermercado ainda sugere que os consumidores substituam a carne bovina por outro tipo de alimento.

No Amazonas, a rede de supermercados Baratão da Carna se manifestou sobre o aumento do preço da carne “Apesar dos nossos esforços e insistentes negociações, os preços estão subindo contra a nossa vontade” informou o supermercado.

Comentários

Comentários