Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

UEA disponibiliza ajuda para ações de combate à Covid-19

Publicado

em

O reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo de Almeida Costa, que participou, nesta terça-feira (12/01), de audiência pública da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), colocou a estrutura da Universidade à disposição do Estado para as ações de enfrentamento ao Covid-19, em um momento de alta no número de casos e internações, disponibilizando novamente a ferramenta de Chatbot, além de enfatizar que a instituição pode auxiliar o Estado no plano de vacinação.

“Atualmente, essa doença mata pessoas de todas as classes sociais e em todo lugar do estado. Já colocamos a estrutura da UEA à disposição das ações de combate à Covid-19. Estamos alinhando com o Governo do Amazonas a reativação do Chatbot (atendimento via Internet), com o intuito de orientar a população sobre os procedimentos corretos para desafogar a rede de saúde. Além disso, a Universidade poderá atuar no planejamento e nas ações efetivas de vacinação na capital e no interior.”, salientou.

O reitor enfatizou, ainda, a importância das ações de prevenção para frear o aumento de novos casos no Amazonas. “É preciso insistir no isolamento social como medida de contenção. Isso é urgente. É preciso trabalhar fortemente a questão do isolamento social, evitar e reduzir aglomerações, usar máscaras de maneira intensiva, lavar as mãos o tempo todo e usar álcool em gel”, destacou.

Para o gestor da UEA, outra preocupação é planejar o tratamento das doenças que acabam sendo deixadas de lado devido a necessidade de concentrar os esforços no combate à Covid-19. “Tratar, sobretudo, uma estratégia para resolver doenças oncológicas, cardiovasculares, hipertensão e diabetes, doenças respiratórias sazonais no período de chuvas e no período de transição para o calor em maio e junho. É muito importante lembrar desse trabalho. É preciso planejar essa atenção a doenças crônicas e degenerativas durante esse período de pandemia, à medida que todo o esforço está concentrado em reduzir os danos”, concluiu.

Mais Lidas