O último suspeito Jorge Luiz Carvalho, 21 anos, acusado pela morte do PM Marcelo Chaves de Souza, 34 anos, no dia 28 de outubro, se entregou na manhã desta quinta-feira (2) na Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) acompanhado de um advogado. 

Jorge se entregou com medo de ser morto, e temeu pela segurança da família. Na delegacia, ele confessou que recebeu a quantia de R$50 reais para dirigir o veículo durante a fuga. 

O acusado estava dirigindo o veículo roubado do motorista da Uber na noite de sábado (28) quando os comparsas Leonardo Willian da Silva, 19, e Pablo Yuri Pimentel Rocha, 18, assinaram o policial com um tiro no tórax em uma lanchonete no bairro Cidade Nova, zona Norte da cidade. 

 

Comentários

Comentários