Connect with us
               

Manaus, AM,

BRASIL

Vídeo de suruba entre ‘bolsominions’ e travesti dotada viraliza no Twitter

Publicado

em

Viralizou na última segunda-feira, 25/03, um vídeo intitulado como ”Surubão de Rondonópolis”, que ficou no Trending Topics, ranking do Twitter sobre assunto mais comentados, onde nele aparece quatro rapazes identificados como Agnaldo Lira, Guilherme Sampaio, Fernando Ferrari e Wesley Bruno, que lideram o movimento pró-Bolsonaro de Rondonópolis e uma travesti fazendo sexo grupal em um motel na cidade de Rondonópolis, no Mato Grosso.

Todos os jovens são conhecido em Rondonópolis por serem conservadores de direita, e apoiam a volta da ditadura e a posse de armas.

No perfil pessoal do Facebook de Wesley, sua última postagem publicada no dia 19 de Março, fala sobre São José o ‘protetor da família’, além de outras mensagens de valorização da família e dos costumes tradicionais.

https://soundcloud.com/parabensinternet/surubao

Wesley conversou com o site Mixturando e esclareceu o que de fato aconteceu na noite em que o vídeo foi gravado e disse que quem participou foram 5 amigos incluindo uma travesti de 23 anos que não revelou o nome.

“Todos estavam cientes, a gravação e tudo mais, inclusive ela que é uma mulher e não um transsexual como havia sido divulgado”. Disse. Tudo aconteceu cerca de 50 dias atrás em uma “pôs festa”. Um dos participantes por descuido, deixou o celular na mão de outra pessoa que viu as imagens e compartilhou para um outro telefone sem que o dono soubesse.

A partir daí a história passou a viralizar nas redes sociais. “Eu realmente não tive culpa, muito menos a menina, quero pedir desculpas por todo transtorno que de certa forma causei a ela, me sinto envergonhado por ela, ela jamais merecia isso” disse.

A travesti revelou que está sendo ameaçada de morte

A travesti que trabalha como cabeleireira disse que estava sendo ameaçada de morte pelos rapazes justamente pela divulgação da primeira foto. Ela afirma que não foi ela quem divulgou a primeira imagem. O medo das pessoas que aparecem nas imagens é que vazasse o vídeo dela penetrando todos os rapazes”, descreve material do site.

A transexual nega ter sido a primeira divulgar o vídeo e conta que o “valentão” que está ameaçando é conhecido na cidade por bater na namorada. As imagens foram gravadas há quatro dias.

Fonte: Portal Mixturando

Mais Lidas