Manaus|AM – Câmeras de segurança registram o momento de desequilíbrio de um policial militar durante o expediente de trabalho.

As imagens foram divulgadas primeiro pelo Portal Em Tempo, no último domingo, 24/02, o fato aconteceu na loja de conveniência AKITEM, situada na avenida do Turismo, esquina com a avenida do Futuro, no bairro Tarumã, Zona Oeste da capital.

O servidor público fardado aparece quebrando garrafas e baldes enquanto usa um cassetete para intimidar os funcionários e clientes do estabelecimento comercial. Conforme informações de funcionários da loja, visitas de policiais militares da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) ao local já se tornaram rotineiras, porém nunca haviam chegado ao ponto testemunhado por eles às 5h da manhã deste domingo.

Uma funcionária, que preferiu não se identificar por medo de sofrer represálias, informou que o PM retirou a identificação da farda e ordenava que a venda de bebidas fosse interrompida e o estabelecimento fechado. No entanto, a decisão chegou a ser questionada pelos funcionários do local, que alegavam estarem com a documentação em dia.

O espaço funciona como loja de conveniência e bar, mas o público não consome bebida dentro da loja, apenas em um tipo de ‘puxadinho’ [área] adaptada para o consumo dos produtos, sejam eles alimentícios [lanches] ou bebidas.

“Ele ficava a todo tempo gritando ‘tu acha certo a putaria que tá aí fora’, como se pessoas consumindo bebidas alcoólicas com o próprio dinheiro fosse errado. Ele, como servidor público que trabalha pela Lei, deveria garantir nossa segurança, não nos intimidar sem ao menos ter motivos para isto, enquanto isso em cada esquina da cidade morre alguém vítima de roubo ou tráfico de drogas”, disse a testemunha e funcionária do estabelecimento.

Ainda conforme a mulher, por ser domingo, O caso será levado à Corregedoria do Sistema de Segurança Pública do Estado do Amazonas nesta segunda-feira, 25. Por fim, a mulher concluiu a denúncia dizendo que “em meio à crise que abala o país, conquistar clientes é um desafio. E mantê-los é ainda mais difícil”, desabafa a funcionária da loja.

Veja o vídeo:


As informações são do Portal Em Tempo

Comentários

Comentários