Connect with us
               

Manaus, AM,

DESTAQUE

Wilson Lima leva novas doses de vacina contra a Covid-19 e ajuda humanitária para municípios afetados pela cheia

Publicado

em

O governador do Amazonas, Wilson Lima, embarcou, na madrugada desta sexta-feira (26/02), para os municípios de Boca do Acre, Eirunepé e Guajará. Junto à comitiva do Governo do Estado, Wilson Lima viajou para viabilizar meios de prestar ajuda humanitária à população destas localidades, severamente atingidas pela enchente. Ele também levou novos lotes da vacina contra a Covid-19 para os três municípios.

“Estou embarcando com a minha equipe para essas regiões que estão sendo mais afetadas nesse momento, nas calhas dos rios Juruá e Purus, para que a gente possa fazer um diagnóstico da situação, reunir com os prefeitos, conversar com a população. Mas nós já iniciamos um processo de aquisição de cestas básicas, já conversamos com a Força Aérea Brasileira (FAB), para o transporte de estruturas para o tratamento de água potável”, ressaltou o governador.

Nesta remessa de vacinas contra a Covid-19, Eirunepé receberá 760 doses, sendo 180 do tipo CoronaVac, do Instituto Butantan; e 580 da AstraZeneca (Oxford). Para Boca do Acre foram destinadas 1.640 doses; e outras 530 para Guajará, sendo CoronaVac para os dois municípios.

“Estamos levando mais um carregamento de doses de vacinas contra a Covid-19, e a gente vai fazer todo o estudo de quais outras ajudas nós podemos levar para esses nossos irmãos que estão sendo muito atingidos nesse momento”, acrescentou Wilson Lima.

Comitiva do Governo do Amazonas viajou para Boca do Acre, Eirunepé e Guajará

Entre os integrantes da comitiva estavam o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo; a secretária de Assistência Social, Maricília Costa; o coronel Francisco Máximo Filho, da Defesa Civil, que também coordena o Comitê de Enfrentamento à Covid-19; e representantes de outros órgãos e secretarias estaduais.

“Além da questão da ajuda humanitária, também há outros suportes que o Governo do Estado pode dar, como a questão dos financiamentos, aquelas pessoas que tiveram acesso aos recursos da Afeam; e também a disponibilidade de outros créditos, a questão da saúde pública, entendendo se há necessidade ou não de transferência de pacientes, o envio de insumos, de medicamentos, a questão do setor primário. Nós estamos embarcando com uma estrutura para avaliar todas essas necessidades desses moradores e entender como o estado pode colocar toda a sua estrutura à disposição”, destacou o governador Wilson Lima.

Mais Lidas